Tag: banner

lona

Impressão em grande formato: entenda como é feita e como aplicar

A impressão em grande formato está inclusa nos serviços que uma empresa de comunicação visual oferece. Ela pode ser muito útil para a identificação e publicação do seu negócio e produtos, além de ajudar a divulgar informações pertinentes sobre os serviços em eventos e empresas.

Neste artigo, falaremos um pouco sobre como ela é feita, como é aplicada e os benefícios que essa prática garante às empresas que a utilizam. Continue lendo este texto e conheça muito mais sobre esse tipo de impressão!

O que é e como é feita a impressão em grande formato?

A impressão em grande formato, como o próprio nome sugere, nada mais é do quem uma impressão com dimensões maiores que as convencionais. Ela é utilizada principalmente por estabelecimentos comerciais e em eventos, com o intuito de garantir maior visibilidade ao produto, marca ou serviço.

Vários são os materiais que podem ser utilizados para confecção destas impressões;  lonas, tecidos, canvas e vinil adesivo.

Como a impressão em grande formato pode ajudar a sua empresa?

Há um velho ditado que afirma que a propaganda é a alma do negócio. Este ditado, embora muito raso, exemplifica bastante a ideia de que, para uma empresa fazer sucesso, ela precisa causar boa impressão e ser visivelmente reconhecida.

Este reconhecimento se dá de várias formas, como o estabelecimento de uma comunicação visual coerente e de qualidade em sua empresa e evento. Um dos elementos que pode facilitar neste processo é a impressão em grande formato, pois auxilia a visualização da marca mesmo em longas distâncias e confere destaque ao lugar.

Entre as opções da impressão de grande formato que você pode inserir na sua empresa, encontram-se os banners, placas, faixas, pontos de venda (PDVs), adesivos para fachadas e lonas.

Uma aplicação bastante conhecida e fácil de ser visualizada é a colocação do material na fachada de lojas e edificações — como na Times Square, em Nova Iorque. Entretanto, para se chegar ao resultado esperado, é importante que você se atenha às tendências do mercado da impressão em grande formato, conforme destacaremos mais detalhadamente a seguir.

Quais são as tendências e alternativas da impressão em grande formato?

Há estratégias que você pode adotar durante a colocação do material impresso para melhorar a sua qualidade estética e a comunicação visual. Uma tática muito empregada, por exemplo, é a utilização de luminárias de LED a fim de iluminar a impressão e conferir um toque de requinte ao lugar.

No entanto, para que tudo saia como esperado, é necessário que você recorra a uma empresa de qualidade e experiência no mercado a fim de garantir um material de boa qualidade.

Sendo assim, optar por uma empresa de comunicação visual com diferencial e experiência na impressão em grande formato não é um custo, mas um investimento. Nós, da WS Comunicação, temos a estrutura necessária para fazer este serviço, além de diferencias como impressão solvente, látex, UV, recorte eletrônico e mão de obra qualificada!

Agora que você conhece um pouco mais sobre a impressão em grande formato, entre em contato com a nossa empresa e tire suas dúvidas diretamente com nossos especialistas!

como dimensionar banner

Como dimensionar banner para aplicação? Confira o passo a passo

O banner é um material muito flexível, que acolhe vários tipos de uso nos mais diversos locais, como para divulgação de lojas, apresentação de trabalhos acadêmicos, propaganda política, entre outros. Seu uso é bastante difundido no Brasil devido à sua praticidade. Porém, algumas questões devem ser encaradas com atenção redobrada, como dimensionar o banner para aplicação.

Com o intuito de elucidar melhor essa questão, preparamos esse texto especialmente para você. Primeiro falaremos sobre itens importantes que compõem o banner, incluindo a relevância da resolução da imagem.

Em seguida, você confere um passo a passo do dimensionamento de banner para aplicação. Por fim, saiba da relevância em contratar uma empresa especializada para auxiliar nesse serviço.

Como produzir um bom banner

A produção de um banner para aplicação depende de inúmeros fatores, como a escolha das cores, fonte da letra, diagramação, qualidade da imagem etc. Alguns sites, como o canva, podem auxiliar nesse processo, pois contam com templates bem intuitivos e elegantes para a produção de diversos materiais, inclusive o banner.

É necessário criar, sobretudo, um material harmônico. Dessa forma, as cores devem combinar entre si e as fontes das letras devem conversar, não tornando o material desequilibrado esteticamente. É de suma importância que os elementos presentes (incluindo imagens) apresentem um sentido no conjunto.

A importância da resolução de imagem para o banner

Um banner é composto, geralmente, de cores, palavras e imagens. Estas últimas têm papel fundamental para ilustrar os produtos ofertados, além de identificar e tornar visual ao espectador do que se trata o material.

Dessa forma, o banner necessita contar com uma boa resolução para melhorar a sua qualidade como um todo.

Como dimensionar um banner para aplicação

Para dimensionar um banner você pode utilizar diversos programas. Os mais comuns são o Powerpoint, o Photoshop ou o canva. Você deve começar a produzir o banner seguindo as etapas: tamanho, tipo de material, cores e acabamento.

No Photoshop, você deve iniciar o processo de criação do banner indicando a sua medida em cm. É necessário também alterar a resolução. Recomenda-se que seja adotada 300 pixels/polegadas. Para assegurar a qualidade da imagem, o modo de cores deve ser alterado para CMYK.

Já no Powerpoint, você deve ir ao menu design e clicar em “configurar página”. Depois, digite a altura e largura do banner em cm.

No canva, basta você entrar no site, selecionar o modo “banner” e alterar o dimensionamento da página para o que você deseja, utilizando a unidade centímetros como medida.

Posteriormente, dá-se o processo de criação do banner em si, com a inserção das cores, das imagens, dos textos. Lembre-se de sempre dimensionar a imagem de forma proporcional, nunca a verticalizando ou a alongando, pois isso diminui sua qualidade.

Os diferenciais de uma gráfica especializada

Para otimizar os resultados, é necessário contar com o auxílio de uma empresa com experiência no assunto e que conte com profissionais qualificados.

Escolha com cuidado e contrate uma gráfica especializada, que possua equipamentos de última geração e que desenvolva as mais modernas técnicas de impressão, como a impressão solvente, látex, UV etc.

O banner é um material muito popular no país e de fácil de ser aplicado, mas é necessário tomar alguns cuidados durante a etapa da sua execução a fim de garantir um bom produto. Neste post você viu algumas dicas para como produzir e dimensionar banner para aplicação!

Gostou desse post? Então que tal entrar em contato com a WS Comunicação? Temos experiência no mercado e profissionais capacitados para tirar as suas dúvidas!

Materiais impressos para campanhas de marketing: conheça os principais!

Por mais que o tempo passe e diversas coisas mudem, os materiais impressos em campanhas de marketing ainda figuram como elementos relevantes. A publicidade física segue sendo capaz de oferecer bons resultados para empresas e, portanto, merece atenção em meio ao mundo tomado pelas inovações tecnológicas, como a internet.

Campanhas impressas bem organizadas contam com características, por exemplo, o toque, a textura e o armazenamento, que as tornam vantajosas. O poder de influência de conteúdos fora da web continua alto, e isso não pode ser deixado de lado.

Para uma corporação que busca desenvolver estratégias de marketing físico, é preciso conhecimento das melhoras práticas. Este post aborda os principais meios impressos de propagação. Caso o assunto desperte seu interesse, você está no lugar certo. Boa leitura!

Banners

Geralmente, criados no formato 90 x 120 cm, banners são feitos com materiais resistentes, como a lona, por exemplo. Esses itens não obrigatoriamente precisam estar nas laterais do local, podendo ser pendurados em paredes ou suportes móveis.

Nas duas extremidades, os banners ganham firmeza, devido à presença de pequenos bastões de madeira. Se sua intenção é transmitir informações a média ou longa distância, esse tipo de produto se apresenta como o ideal.

Populares também pela facilidade de locomoção, ainda, ajudam na exposição da marca em eventos ou estabelecimento comerciais. Qualquer pessoa que transite pelo espaço onde o material aparece pode vê-lo, sendo assim, esse público precisa ser analisado antes da criação do conteúdo.

Stoppers

Quando você percorre corredores em supermercados, por exemplo, provavelmente encontra pequenos retângulos de plástico ou papel que chamam a atenção para determinado produto, não é verdade? Esses itens integram campanhas de marketing impresso e levam o nome de stoppers.

Inseridos sempre em pontos de venda, conforme citamos, stoppers ficam anexados a gôndolas ou prateleiras. A consistência mais dura serve para evitar quebras nos momentos de alta circulação de pessoas, pois podem ocorrer batidas e empurrões involuntários.

Uma base de plástico costuma dar maleabilidade ao stopper. Causando um efeito 3D, como se estivesse pulando na direção dos clientes, esse material otimiza a percepção da mercadoria em questão. O posicionamento costuma ser estratégico: fica na altura dos olhos de quem passa.

Wooblers

Parecidos com os stoppers, wooblers são comumente posicionados à frente das prateleiras, também na altura da visão para chamar atenção. Pelo poder de atração, as informações contidas neles apontam promoções ou vantagens do produto tratado, bem como outras ações julgadas relevantes pela companhia.

Sustentado por uma haste de plástico feita de PVC, o woobler pode ser fabricado em papel, visando campanhas de marketing rápidas ou endomarketings de curto prazo. O valor desse material tende a ser baixo, com custo-benefício satisfatório, devido, entre outros fatores, à velocidade de sua elaboração.

Como se não bastasse, wooblers ainda proporcionam cores e formatos diferentes, com boa qualidade, fácil instalação e impressão digital. Os tipos de corte variam entre os mais simples e os bem detalhados, cheios de curvas. Isso, evidentemente, depende da opinião do empreendedor e da necessidade momentânea da marca.

Móbiles

Geralmente feitos em Poliestireno, esses objetos costumam ficar pendurados em lojas com informações de determinada mercadoria. Em cômodos de casas, móbiles podem servir como artigos de decoração, por exemplo.

A qualidade e a fidelidade das cores de um móbile são asseguradas pela impressão UV. O corte Zund ainda ajuda a garantir um excelente resultado para o objetivo. Estruturas artísticas, esses itens dão relevância ao movimento, proporcionando uma experiência visual de formas e dimensões sempre em equilíbrio.

É perfeitamente possível utilizar os móbiles nos mais distintos formatos, cores e ambientes. Como se não bastasse a capacidade de embelezar qualquer espaço, eles certificam a tranquilidade para quem os observa.

No que diz respeito a campanhas de marketing impulsionadas fisicamente, conhecer os principais materiais impressos é fundamental. Além dos quatro tipos que mencionamos, existem ainda catálogos, flyers, cartazes etc. O importante é identificar qual melhor se encaixa no contexto da empresa.

E aí, achou esses meios úteis para sua estratégia de publicidade? Deixe um comentário aqui no post, queremos saber a sua opinião!

banners

Banners e Móbiles como ferramentas de marketing

Talvez você já saiba o que é um banner. Mas para aqueles que não sabem, banner é uma ferramenta de comunicação visual usada para ornamentar festas, transmitir informações em meio acadêmico, ou divulgar produtos, serviços e marcas, dentre outros.

 

Nos cenários dos negócios o banner é um item bastante utilizado. Isso porque ele tem uma visibilidade à longa distância e causa grande impacto no consumidor. Quem nunca foi atraído por um banner com uma promoção de destaque, um produto gostoso “de dar água na boca” ou uma informação que tornava aquele item imperdível? Pois é, essas informações enfatizadas tem um grande poder sobre nós.

 

Mas não pense que o banner é a única ferramenta de comunicação visual capaz de nos atrair! Além dos banners, o móbile é outro dispositivo muito útil quando o assunto é lançamento de produtos.

 

Móbiles: Entenda o que é e onde usar

 

Sabe aquele objeto, normalmente feito em PS (Poliestireno), que você vê pendurado em lojas com informação de algum produto, em cômodos de casas como artigo de decoração e até mesmo em berços? Isso é o móbile. Ele é feito por meio de impressão UV, que garante qualidade e fidelidade nas cores. Aliado com o corte Zund, o material oferece um resultado fantástico.

 

Os móbiles são estruturas artísticas dotadas de movimento, em que suas partes giratórias proporcionam uma experiência visual de formas e dimensões em constante equilíbrio.

 

Essas esculturas em movimento podem ser utilizadas em diferentes formatos, cores e ambientes. Sendo que, além de embelezar o espaço em que estão, os móbiles garantem tranquilidade e promovem momentos de concentração às pessoas que os admiram.

 

móbile

 

 

Nesse contexto, uma das aplicações dos móbiles que vale a pena destacar é a utilização dos mesmos como ferramenta de marketing para as empresas. E assim, inserir nos móbiles informações sobre novos produtos é uma boa sacada das lojas.

 

Isso porque, esse objeto é capaz de chamar a atenção do consumidor, e, portanto, ao atrair os olhares dos clientes as chances de que eles absorvam a informação transmitida são muito maiores.

 

Utilização de Banner e Móbiles nas lanchonetes Tia Eliana

 

Dessa forma, como exemplo de aplicação de banner e móbiles em lançamentos de novos produtos, podemos citar o caso das franquias da Tia Eliana com o seu mais novo produto: a torta no pote.

 

É claro que o mérito do sucesso, neste caso, não está atrelado apenas aos meios de comunicação visual, mas também à qualidade e sabor do produto em questão.

 

As ferramentas utilizadas mudaram os ambientes das lojas e construíram uma identificação de alto valor para os clientes.

 

13 Bancos de imagens que vão ajudar o seu negócio

Ao criar uma peça publicitária como um banner, um adesivo ou até mesmo um outdoor, é muito importante que sejam utilizadas fotos ou imagens de qualidade. É uma ótima forma de chamar e prender a atenção do seu público, além de ajudar a transmitir sua mensagem de forma mais dinâmica e rápida.

 

Apesar de ser bem fácil encontrar imagens na internet, utilizando o Google Imagens por exemplo, é preciso ter muito cuidado para não ferir os direitos autorais dos outros. Além disso, deve-se ter muita atenção para encontrar imagens com alta qualidade.

 

Uma alternativa mais simples e segura é o uso de bancos de imagens gratuitas que estão disponíveis online com a garantia de imagens de alta qualidade.

 

Buscamos uma lista de 13 bancos de imagens gratuitos para ajudar você. Confira:

  1. Dreamstime(https://www.dreamstime.com)
  2. Freerangestock(https://freerangestock.com)
  3. Flickr(https://www.flickr.com)
  4. FreePik(http://br.freepik.com)
  5. Free Stock Photos Bank(http://www.freephotosbank.com)
  6. Lomography(http://www.lomography.com.br)
  7. Mopho(http://mopho.to)
  8. Photo Rack(http://photorack.net)
  9. PicJumbo(https://picjumbo.com)
  10. Pixabay(https://pixabay.com/pt)
  11. StartupStockPhotos(https://br.depositphotos.com)
  12. Stockvault(https://www.stockvault.net)
  13. Unprofound(http://www.unprofound.com)

 

Na WS Comunicação utilizamos estes bancos de imagens, que nos ajudam a definir peças com alto resultado de impressão. Desde banners e adesivos pequenos até trabalhos de grande formato, como outdoor e lonas diversas.

 

5 Dicas para saber como comprar um banner

“Bener”, “bander”, “bainer”, “baine”. Ficou se perguntando o que isso quer dizer? Não é só você, ao ouvir isso nós também frisamos a testa, olhamos para o teto e mentalizamos bastante para tentar adivinhar o significado dessas palavras. E para matar sua curiosidade, se você chutou banner, acertou!

Mas a dificuldade na compra do banner vai além da pronúncia. São tantas opções, modelos, tamanhos e cores disponíveis que não é raro ver as pessoas se perderem no momento da escolha do produto.

Por isso, ao decidir comprar esse objeto de comunicação visual é fundamental que você defina questões como aplicação, tamanho, design e outros. E para te auxiliar na compra correta temos algumas dicas pra você:

 

Dicas para escolher corretamente seu Banner

 

  • Identificação da aplicação

 

Inicialmente, é fundamental que a aplicação do banner esteja clara. Todas as características do seu produto irão depender disso. Por exemplo, banners acadêmicos possuem, geralmente, um tamanho e designs padrões, enquanto que banners para festas infantis podem ser amplamente personalizados. Além disso, banners que serão usados como fundo de fotos devem ser preferencialmente feitos em lona fosca. Isso porque, esse tipo de material impede reflexos no tecido que prejudicarão a qualidade da sua imagem.

 

banner aplicação

 

  • Design

Depois da identificação da aplicação vem a escolha do design. E talvez esse seja a etapa mais fácil pra você, que geralmente, já tem tudo idealizado na cabeça. Mas vale a pena lembrar que exageros em cores, símbolos ou palavras podem comprometer o entendimento da mensagem a ser transmitida.  E que, além disso, cada aplicação possui um design mais apropriado.  Por exemplo, se você tem uma empresa no ramo de cosméticos a harmonia e beleza são aspectos fundamentais para seu design.

 

 

banner

 

  • Cores

As cores são imprescindíveis e estão intimamente ligadas a aplicação desejada. Esse detalhe faz toda a diferença e por meio dele aspectos como delicadeza, intensidade, alegria e outros podem ser transmitidos. Se você utilizar seu banner como forma de divulgar sua empresa essas cores merecem atenção especial. Existe hoje várias teorias de como utilizar o  poder das cores para despertar a curiosidade do cliente/potencial, estimulá-lo a escolher um produto ou loja para a compra e o efeito de cada cor sobre os consumidores.

 

teoria cores banner

  • Planejamento do Preço

 

Outro fator importante é o preço. E, portanto, fazer o planejamento de quanto você está disposto a gastar economizará seu tempo na escolha. Isso porque existe uma diversidade de materiais e tamanhos que se diferem em preço. Ou seja, se você tem orçamento restrito pode optar por um banner menor e feito em uma lona mais fina, se for o caso.  No caso se você estiver disposto a investir um pouco mais você pode se esbaldar no tamanho da mídia.

 

  • Tamanho

Finalmente, depois da identificação da aplicação, definição das cores, design e planejamento sobre seu investimento vem a escolha do tamanho. Com tantas variedades nas dimensões algumas respostas devem estar na ponta da língua: Onde vou colocar o banner? Quão visível ele precisa estar? Quanta informação tem nele? Mais palavras, mais símbolos ou foto? Existe um padrão que preciso seguir? Assim, sabendo tais perguntas as suas opções de tamanho reduzirão bastante e sua escolha será facilitada.

 

medidas banner

 

 

 

ambiente devidamente sinalizado

Mantenha os ambientes bem sinalizados

Toda sinalização tem um por que. Um canteiro de obras por exemplo é um ambiente delicado, que oferece muitos perigos se as regras de segurança não forem cumpridas. Um elemento essencial para aumentar a segurança em áreas assim é a disposição de informações claras, por meio de uma placa de sinalização, banners e pictogramas.

 

placas

 

 

Ao longo da execução de um projeto, o canteiro de obras é acessado por diferentes profissionais e visitantes. Alguns deles, não estão acostumados com aquele labirinto de armadilhas e por isso precisam ser bem guiados por uma sinalização de segurança eficiente. E mesmo aqueles que trabalham regularmente no local precisam estar atentos e bem informados.

 

Toda essa comunicação precisa ser clara e objetiva, de forma que qualquer pessoa que a veja entenda a mensagem imediatamente.

 

Utilizar a impressão adequada, sendo banner, adesivo ou placa de segurança é tão importante quanto a utilização de equipamentos de proteção, já que o espaço físico pode ser complexo, com diversos acessos, locais específicos para armazenagem de materiais perigosos, máquinas que oferecem risco de morte ou mutilação, entre outros fatores.

 

placa de sinalização

 

Para proteger sua equipe e o público em geral, certifique-se de colocar placas na entrada que exijam aos visitantes usar equipamento de proteção individual adequado, tais como capacete, óculos de proteção e calçado de segurança.

 

placas em pvc

 

Todos os produtos destinados à comunicação laboral devem se basear no Decreto Lei Nº 141 e nas Normas Regulamentadoras NR-18 e NR-26, que impõem obrigatoriedade de sinalização adequada e as cores que devem ser utilizadas nos locais de trabalho para prevenir acidentes, respectivamente.

sinalização

 

Para guiar sua sinalização, criamos um material exclusivo para você ter o mais completo guia e que possa usar em sua identificação de placas e adesivos. clique aqui e baixe.

 

 

comunicação visual de impacto

8 dicas para uma comunicação visual de impacto

Uma das primeiras dificuldades de quem está começando um negócio ou querendo mudar a cara da marca, é em como estruturar a comunicação visual da empresa, não é mesmo?

“Quais cores devo combinar para expressar a identidade da minha empresa? A tipografia escolhida é a mais adequada para o meu segmento de mercado?” Aparentemente é simples pensar em comunicação visual, mas quando você realmente precisa desenvolver essa tarefa, parece um bicho de sete cabeças.

Se você tem essa e outras dúvidas em relação a comunicação visual, continue lendo esse artigo. Vamos te dar dicas práticas de como sua empresa pode ter uma comunicação visual de impacto e, assim, você construir uma marca de autoridade no mercado.

Comunicação visual: o que é?

Comunicação visual engloba todo meio de comunicação que utiliza elementos visuais, como, por exemplo, a identidade visual de uma marca, panfletos, placas de lojas, banners, design de embalagens, etc.

Ao divulgar uma marca, uma imagem bem elaborada tem mais impacto do que apenas um simples texto. Por suas formas e cores, as imagens têm o poder de chamar a atenção e, se usadas de maneira estratégica, essas imagens – ou a comunicação visual de uma marca – podem ficar gravadas na mente das pessoas.

O grande desafio de quem está criando ou reposicionando uma marca é justamente ter uma comunicação visual que se destaque entre a concorrência, para se tornar forte no seu segmento de mercado e, consequentemente, ter a valorização do público.

Selecionamos as melhores dicas para você ter sucesso em seu negócio:

sucesso em seu negocio

1.  Defina o que você quer

Antes de uma ideia sair do papel, ela (necessariamente) precisa ser pensada e estudada. A nossa primeira dica é: defina o que você quer antes de tomar qualquer decisão. Faça pesquisa de mercado, pense em como oferecer o seu produto ou serviço de forma inovadora e, principalmente, definir o porquê dos clientes contratarem sua empresa e não o concorrente – que oferece o mesmo serviço.

Depois de respondidas essas perguntas você está preparado para dar o próximo passo que é começar a estruturar a identidade visual. Dizemos aqui em começar a estruturar, pois é um processo extenso, mas se seguir todas essas dicas você ficará muito feliz com o resultado da sua comunicação visual.

2.  Simplifique ao máximo

Um grande erro de quem não tem experiência em comunicação e design é pecar pela extravagância. Sabe aquela vontade de chamar a atenção e usar o máximo de cores, com letras enormes que saltam aos olhos? Pois bem, esse tipo de comportamento acaba comprometendo conceitos básicos de design que, ao ser visto por alguém, transmite a sensação de não ser agradável aos olhos.

Pense nas grandes marcas que você mais gosta. Pensou? Percebeu que a identidade visual delas é simples? Veja que simplicidade é diferente de simplório. Tudo isso precisa estar de acordo com a identidade da sua marca. A partir disso é que você consegue definir tipografia, cores, formas e tamanhos de uma mídia de acordo com o conceito da marca.

3.  Seja coerente

É bem provável que você já tenha uma logo ou, pelo menos, uma ideia de como ela deve ser, certo? Essa logo e toda sua composição deve ser aplicada desde a fachada da sua loja, passando por suas páginas nas redes sociais, indo até o uniforme dos funcionários.

A sua identidade visual é uma só e precisa ser fortalecida. Para isso, você precisa ser coerente em tudo o que sua empresa usar o elemento visual – sua marca é a essência do seu negócio.

4.  Saiba quem é o público

Se você não conhecer seu público, para quem você está vendendo/oferecendo o que você produz, como você poderá melhorar a qualidade daquilo que sua empresa faz? Ou então, como você desenvolverá uma linha de produtos que supra as necessidades do público que demanda da sua empresa?

Diante da análise desse público é que você vai posicionar a sua marca para gerar engajamento e converter essas pessoas em consumidores. Ao conhecer a fundo seu público, você saberá exatamente do que eles gostam e do que eles precisam que o mercado não está suprindo.

Aqui também vale dizer que esse estudo de público deve estar em concordância com todas as dicas acima. A sua comunicação visual precisa falar a língua do seu público potencial.

5.  Conheça os formatos de comunicação visual

Tudo o que você fizer de comunicação deve ser de fácil entendimento, sem excessos de escritas e imagens. Cartazes, banners, faixas, placas… cada um desses formatos têm um propósito diferente e não cabe usá-los de maneira aleatória.

Essa é uma parte técnica e se você não tiver domínio para saber o que está de acordo com sua estratégia de divulgação, será preciso consultar uma empresa especializada em comunicação visual para te orientar não só sobre os formatos, mas também sobre a impressão desses materiais.

6.  Pense no layout

Um bom layout vale por si mesmo, ou seja, sua comunicação é eficiente. A boa aparência das peças precisa alinhar o que sua marca representa com o tom comercial da publicidade. O layout é o primeiro contato da sua empresa com o cliente e ele precisa ser muito atrativo a ponto de provocar nas pessoas interesse em conhecer sua marca.

7.  Invista para ter visibilidade

Se você quer que sua marca seja reconhecida por seu público, será preciso investir em marketing em algum momento do seu negócio. As pessoas precisam saber quem você é e a qualidade do produto ou serviço que sua empresa fornece.

Através da sua comunicação visual, passe a impressão de uma empresa forte, bem estruturada que se posiciona como referência em sua área de atuação. Quando mais coerente for sua identidade visual, mais os clientes terão confiança em fazer negócio com você.

8.  Não crie nada sozinho

Defina o que você quer, o público que deseja atingir, pensa em um layout coerente e qual o propósito da sua marca. Depois que você der forma ao seu negócio, consulte uma empresa especializada em comunicação visual para avaliar o que você pretende fazer.

Muitas vezes, ao imprimir um arquivo ele não fica idêntico ao que vemos na tela do computador, não é mesmo? Por isso, você precisa de suporte para escolher a melhor tecnologia de impressão para valorizar seus materiais impressos.

Se você está em busca de profissionais referência no mercado para te atender da melhor maneira possível, nós da WS Comunicação temos um time de especialistas disponíveis para te ajudar a encontrar a melhor solução para tornar suas ideias concretas.

Entre em contato com a gente! Sabemos como você deve despertar interesse e atrair mais clientes para sua empresa através de uma comunicação visual de impacto.